Ads 468x60px

Chapter #093 - Zelda II: The Adventure of Link


Nome do jogo: Zelda II: The Adventure of Link
Desenvolvedora: Nintendo
Gênero(s): RPG / Aventura / Ação
Modos de jogo: Single Player
Ano de lançamento: 1987
Plataformas: Nintendinho

Capítulo de número 93 da saga Mario Verde, e o jogo de hoje é muito especial, pois marcou a vida de muitos gamers fanáticos, estamos falando de Zelda II: The Adventure of Link, continuação direta do game The Legend of Zelda, lançado também para Nintendinho. A grande novidade em relação ao seu antecessor era que agora a câmera não era mais vista de cima, comum em games de RPG, agora a câmera era de lado, tornando a maior parte do game no maior estilo Plataforma, bem estilo Super Mario. A história não era tão boa quanto ao do primeiro, e a jogabilidade apesar de boa, ficou meio 'esquisita' devido ao novo formato, trilha sonora fantástica como sempre.



ENREDO:

Ganon está morto, e seus servos agora estão sendo liderados por Link's Shadow, um guerreiro idêntico ao nosso herói Link, tirando o fato de ele usar roupas negras como uma sombra. Link's Shadow e seus monstros tem por objetivo ressuscitar Ganon. Enquanto isso, um Mago misterioso colocou um feitiço sobre a princesa Zelda, a deixando em um sono profundo, e o único meio para salvá-la é obter os 6 cristais que estão nos 6 palácios em torno de Hyrule, Link rapidamente aceita a missão e parte em busca dos cristais, porém ele terá de ser extremamente cuidadoso para não ser morto pelos capangas de Link's Shadow, pois caso ele morra, seu sangue será usado em um ritual para reviver o poderoso Ganon. A história continua com o clichê de sempre de salvar a princesa, mas mesmo assim não deixa de ser agradável.


Muitos gamers que amaram o primeiro Zelda, ao verem o novo estilo de jogo proposto no segundo game, já o consideravam como terrível, mas se você ignorar a jogabilidade do primeiro jogo, verá que The Adventure of Link é um game excelente, e muito bom em vários aspectos. Este é o único clássico de Zelda aonde você sobe de level com pontos de experiência,  isso faz com que as barrinhas de Link aumentem, ele possui 3 barras, a de Vida, a de Força e a de Mágica, quando você subir de nível então poderá escolher qual das 3 barrinhas desejará aumentar, essa fator era uma novidade muito interessante para um game Zelda.

Link terá de coletar itens especiais para ajudá-lo na sua missão, a maioria dos itens são os conhecidos do primeiro game, mas também foram inclusos vários novos itens que serão muito úteis e divertidos nessa aventura. E o fator RPG não podia ficar de fora dessa, várias vezes você terá que voltar nas cidades e conversar com determinadas pessoas, ou explorar alguns locais para então poder prosseguir na sua jornada.

O mapa mundi ficou muito bom e está relativamente grande, pode ser que você demore muito mais pra zerar este game do que o game anterior, mas isso vai depender de quão rápido você se acostumará com as novidades presentes no game, são 8 cidades presentes no jogo e repletas de coisas para se fazer nelas. O game também ficou famoso por ser muito difícil, muito desafiador, em vários momentos você irá se deparar com uma quantidade absurda de inimigos, então é melhor estar sempre preparado.



JOGABILIDADE:

Embora bem diferente do primeiro, a jogabilidade era excelente, lembra bastante o clássico Mega Man. São duas sequências básicas presentes no game, o mapa mundi, e as batalhas, no mapa mundi você tem a câmera clássica, vista de cima, enquanto nas batalhas a câmera volta ao estilo plataforma. As áreas são bem variadas, vão desde desertos, pântanos e até mesmo cemitérios. Assim como no primeiro Zelda, alguns inimigos serão invulneráveis a espadinha de Link, então será necessário utilizar as magias neles.

As vezes os monstros derrotados irão deixar algum item pra você, alguns desses monstros já são conhecidos da galera por estarem presentes no primeiro jogo, mas a maioria deles são novos e desconhecidos. As Dungeons também estão presentes no game, embora elas estejam muito mais confusas agora, pois você não tem mais diretrizes, então terá que explorar os locais mesmo.

No meu ponto de vista esta nova fórmula de se jogar Zelda ficou excelente, é algo bem inovador e cativou bastante o público, exceto pelos fanáticos do primeiro game rsrsrsrs, mas enfim, a jogabilidade é muito boa e super divertida.


GRÁFICOS:

Os gráficos deram uma boa melhorada em relação ao seu antecessor, Link agora está mais alto e se parece mais com um Elfo, o jogo em si possui uma abundância em detalhes, apesar das limitações do sistema, os detalhes e as cores foram extremamente bem trabalhados. O detalhe de os inimigos mais fortes possuírem uma outra cor ajuda bastante, pois você já vai estar preparado para a batalha. Os backgrounds são fluentes com diferentes cores, baseados na temática de cada palácio. A sua experiência, os diferentes níveis de habilidades e status básico, está tudo alinhado em locais lógicos. Este foi um grande salto para a série Zelda seguir em frente com a tecnologia.

TRILHA SONORA E EFEITOS SONOROS:

As músicas são muito boas e mudam frequentemente, dependendo da situação em que o seu personagem se encontra, então o que mais impressiona mesmo é a alta quantidade de músicas presentes no game, e elas sem dúvidas são tão memoráveis quanto aos do primeiro game. Quando aos efeitos sonoros, também existem uma boa variedade deles, praticamente qualquer ação que você fizer, virá acompanhada de um efeito sonoro, que não impressionam tanto quanto as músicas, mas também não chegam a decepcionar.



AVALIAÇÃO MARIO VERDE GAMES:

Agora avaliaremos este clássico dos 8 bits.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Prós: Nova jogabilidade, somado a uma trilha sonora fantástica são os fatores mais marcantes deste game, a alta dificuldade do jogo é um fator positivo para a maioria dos gamers, principalmente os que adoram um desafio. O jogo também é bem longo, o que de certa forma é bom, é bem divertido e deu uma apimentada a mais na série.

Contras: Talvez o principal fator negativo do jogo é ele ter uma longevidade curta, após terminar o game não terá absolutamente mais nada a fazer, ou seja, o game ficará lá esquecido na prateleira

RESUMINDO:

Na minha opinião Zelda II: The Adventure of Link é um game muito divertido, é também um ótimo game da série, apesar de ser bem diferente, ainda é um clássico. Um game bastante desafiador, atravessar as masmorras sem morrer é extremamente difícil para novatos, a única maneira de você ficar bom nesse jogo, é jogar muitas e muitas vezes. A satisfação de dizer "Eu zerei Zelda II" deve ser bem agradável, infelizmente não tive essa proeza ainda.


GAMEPLAY:


E é isso aí pessoal, esse foi capítulo de número 93 da saga Mario Verde, falamos sobre Zelda II: The Adventure of Link de Nintendinho! Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Confira outros Games Clássicos que você poderá gostar também!