Ads 468x60px

Chapter #098 - Crash Bandicoot 2


Nome do jogo: Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back
Desenvolvedora: Naughty Dog
Gênero(s): Ação, Plataforma, Aventura
Modos de jogo: Single Player
Ano de lançamento: 1997
Plataformas: Playstation

Capítulo 98 da saga Mario Verde Games, e o game de hoje é o segundo da trilogia Crash Bandicoot, claro que estamos falando de Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back. Foi um game bastante aclamado na época, por contar com belos gráficos, e fases emocionantes, com uma jogabilidade bem mais aprimorada em relação ao anterior, além da história que é bem divertida, sem dúvidas um dos mais divertidos games de todos os tempos, que merecia sim ter sequencia nas atuais gerações de vídeo games. É um jogaço que fechei com tudo o que era possível fazer no jogo! (E demorou heim!).



ENREDO:
A história começa exatamente aonde ela termina no game anterior, com o N. Cortex caindo, e se esborrachando no chão, é claro que ele sobrevive, o vilão encontra um cristal misterioso, imediatamente sua mente maligna tem uma ideia. Cerca de 1 ano depois Cortex projeta uma estação espacial para desenvolver um novo Vórtex para fazer todos os seres do planeta virarem seus seguidores.

Enquanto isso na Terra, Crash descansava ao lado de sua irmã cocô Coco, mas trágicamente nosso herói foi abduzido por Cortex, indo parar em um misterioso local com portais interdimensionais com destino as 'fases' do jogo, e é aí que a aventura começa, com Crash procurando os misteriosos cristais para tentar por fim aos planos malvados de Cortex e sua trupe.

Convenhamos que não é uma história digna de óscar, mas é infinitamente melhor do que as clichês de salvar a princesa do vilão malvado kkkkk.


JOGABILIDADE:

A jogabilidade melhorou bastante, no primeiro game era possível apenas pular e girar, em Crash 2 foram atribuídos novos movimentos ao marsupial, como agachar, deslizar, engatinhar, pular de barriga, entre outros. Como o game foi feito após o lançamento dos controles analógicos, ficou mais fácil para jogar também, apesar de que se você usar um controle comum, não terá dificuldades.

As fases seguem o mesmo esquema, seguir um caminho linear, com bifurcações, em busca do cristal e de quebrar todas as caixas para conseguir as gemas. Além de novos bônus super divertidos que foram meigamente adicionados ao jogo.

Outra novidade são as fases especiais, aonde você não vai de a pé, como normalmente, nessas fases você terá que jogar utilizando alguns artifícios, como por exemplo um jet-pack, uma espécie de prancha, e até mesmo um ursinho polar, isso mesmo, montarias no maior estilo Donkey Kong.

A câmera do jogo é bastante interessante, na maioria das fases ela segue você, como em jogos de 3ª pessoa, nas fases que lembram plataforma, ela simplesmente vai indo para o lado, o único problema é quando você quer ir para trás nas fases de 3ª pessoa, pois a câmera não vira, e poderá ser complicado, fora aquelas fases em que você é obrigado a andar para trás.

Os chefes também estão presentes, e cada vez mais apelões, porém super divertidos e nem tão impossíveis assim!


GRÁFICOS:
A parte gráfica ficou maravilhosa, cores bem vivas, um tridimensional bacana, e efeitos visuais super trabalhados. O visual do Crash também melhorou muito, o personagem ficou bem mais agradável, os demais inimigos também ficaram ricos em detalhes.



TRILHA SONORA E EFEITOS SONOROS:
A trilha sonora característica da série, repleta de efeitos tribais e épicos, também ganhou um upgrade, com novas harmonias e várias músicas que combinam perfeitamente com a temática das fases.

Os efeitos sonoros também melhoraram, da pra notar a melhora desde a quebra de caixas, explosões e tudo mais, ponto pra Naughty Dog.

MODOS DE JOGO:
Até aonde eu me lembro, o único modo é o campanha single player mesmo, mas isso não desmerece este fantástico game.


DICAS:
E inaugurando um novo pequeno quadro do nosso blog, aí vai algumas dicas do game:

Enfrentar um chefão novamente:
No centro da Warp Room já concluída, segure L1 + R1 + L2 + R2 + Triângulo e aperte pra cima.

Warps secretos:

Bear Down
No final da fase,quando você sai de cima da montaria, perceba blocos de gelo flutuando na água. Pule até o bloco de gelo Rosa. Você será teletransportado.

Air Crash
Na segunda vez que você ver o Jet Ski, não o pegue. Pule pelas caixas até a plataforma. Você será teletransportado e conseguirá pegar a gema Vermelha.

Unbearable
Após a última parte de perseguição com o urso polar gigante, volte e procure um filhote. Chegue perto dele e você será teletransportado.

Hangin' Out
Quando você cair na água onde não tem enguias, não prossiga.
Volte e entre caia dentro de um buraco, mais adiante tem um monte de vidas e bichos rodando.
Para passar dessa parte e acessar a área secreta, não deixe que os bichos peguem o Crash.

Diggin' It
Perto do fim da fase, tem uma planta carnívora em cima de um pilar diferente dos outros, verde com bordas brancas. Mate a planta e você será teletransportado.


AVALIAÇÃO MARIO VERDE GAMES:

E agora a avaliação do game segundo nossos produtores



CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Prós: A trilogia principal é fantástica, e esse game ficou sensacional, divertido e emocionante.
Contras: Algumas fases são muito parecidas com outras, isso pode deixar o game um pouco enjoativo, mas como o jogo possui muitas fases, podemos dar um desconto nisso.

RESUMINDO:
Crash Bandicoot 2 é um game para todas as idades, mesmo sendo single player, é super divertido convidar um amigo pra brincar junto, pois certamente esse game causará grandes risadas, além de pura diversão, em breve irei jogá-lo novamente para matar a saudade que dói.


GAMEPLAY:


E é isso aí pessoal, esse foi capítulo de número 98 da saga Mario Verde, falamos sobre Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back de Playstation! Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Confira outros Games Clássicos que você poderá gostar também!