Ads 468x60px

Chapter #095 - Evil Dead: Hail to the King


Nome do jogo: Evil Dead: Hail to the King
Desenvolvedora: THQ
Gênero(s): Survival Horror
Modos de jogo: Single Player
Ano de lançamento: 2000
Plataformas: Playstation
Em clima de sexta feira 13, mais um capítulo da saga Mario Verde, capítulo este de número 95 e o game de hoje não poderia ser mais apropriado se não Evil Dead: Hail to the King! O game é baseado na trilogia de filmes que carrega o mesmo nome, e que recentemente teve seu filme remake lançado nos cinemas, e confesso, é medonho pacas! Mas vamos falar do game, gráficos bonitos que lembram um pouco Resident Evil, a jogabilidade é boazinha e a trilha sonora é muito boa também.
 

ENREDO:

A história começa o personagem principal Ash, juntamente com sua namorada Jenny, voltando para a cabana da floresta assombrada, aonde aconteceu os eventos terroristicos dos filmes. Ash nos filmes sempre foi meio burro, e cabe a você dizer se ele será burro ou não no game, quando volta para a cabana ele descobre então que os espíritos malignos que estavam preso em um livro que eles libertaram nos filmes, continuam lá, e planejam invadir nosso mundo.
O game segue bem de perto a história do filme, e ainda preenche algumas lacunas que ficaram vagas nos filmes, ainda por cima mostrará uma grande reviravolta que ajudará a explicar a origem do livro amaldiçoado e os demônios que você está lutando. Além disso, Ash é sempre Ash, não importa que você seja inteligente e faça de tudo para Ash se dar bem, ele continuará burro como sempre hahaha. Como o jogo tem muitas referencias dos filmes, caso você ainda não tenha assistido, poderá ficar boiando realmente quanto a história do game.


Os monstros malditos sequestram a namorada de Ash, e ele é deixado sozinho na cabana, ele encontra uma motosserra e um machado, portando sua motosserra, Ash enfrentará todos os perigos da cabana e da floresta mal assombrada novamente, todos os outros amigos de Ash agora estão mortos, e Knowby antes de morrer disse que Ash deveria encontrar todas as páginas do livro maldito para poder aprisionar os monstros, e assim começa sua jornada.

Um game bastante desafiador, porém meio curto, aonde você poderá ser oprimido pelos monstrengos malditos, Evil Dead não foi um dos melhores games, e nem muito conhecido também, mas é bacana jogá-lo.


JOGABILIDADE:

Basicamente Evil Dead: Hail to the King é um filme interativo, dentro de 15 minutos de jogo você já estará xingando o esquema de controle, mas fazer o que, nem tudo é mil maravilhas. Durante o jogo você encontrará vários tipos de armas, como pistolas, espingardas, pé de cabra, entre outras armas comuns em filmes de terror.

O jogo todo é repleto de monstros, que se parecem com espíritos, esqueletos e zumbis, basicamente você ficará alternando suas armas em combos para detonar com os monstros, alto realmente tosco é a mão de Ash, que havia sido decepada no filme, ela aparece pra encher o saco de Ash hahaha, até que ele 'implanta' a motosserra no lugar da mão amputada. Assim como a própria temática do filme, não é apenas Terror, mas tem lá suas partes de comédia.

Além das armas, também é possível encontrar vários outros itens, como kits de primeiro socorros, galões de gasolina, e até mesmo cogumelos rsrsrs. O objetivo do jogo então é destruir os monstros, até encontrar um monstro que se parece muito com Ash, e após destrui-lo, resgatar então sua amada namorada Jenny.


GRÁFICOS:

Os vídeos de abertura e encerramento são a única coisa que realmente presta em questão gráfica, os cenários até que são bonitos e bem trabalhados, mas os personagens e os monstros são muito tosco e muito mal feitos, um jogo de terror em que os monstros são toscos e não dão medo torna-se uma tragédia. O esquema de câmeras é semelhante aos de Resident Evil, com câmeras fixas mostrando diversos ângulos, isso é um ponto positivo, pois você não tem noção de tudo o que está acontecendo ao seu redor, você vê apenas alguma parte do cenário, então a chance de ser surpreendido é grande.

TRILHA SONORA E EFEITOS SONOROS:

A trilha sonora é muito boa, retrata perfeitamente o ambiente terrorístico que um jogo desse estilo deve ter, com pianos e um estilo mais sombrio, mas infelizmente a trilha sonora limita-se a poucas partes do game, na maior parte você só ouve o som ambiente, com barulhos de vento, grilos e sapos, o que é um pouco lamentável. Quando aos efeitos sonoros, pra começar a dublagem é péssima, o personagem principal deveria estar desesperado, mas a dublagem faz ele parecer um Chuck Norris budista de tão calmo. Os efeitos sonoros são chatos e muito repetitivos, você rezará pra não encontrar um monstro pela frente não pelo medo, mas sim pelo pavor de seus efeitos sonoros. Felizmente alguns efeitos sonoros ambientes salvam o jogo, além de algumas partes mais importantes do game que a trilha sonora se faz presente.


MODOS DE JOGO:

Infelizmente este game só conta com a campanha principal, em algumas horas de jogo você já termina e não terá mais o que fazer no jogo. A única coisa a se fazer é jogar novamente, caso você tenha vontade de rever alguma cena, ou simplesmente jogar por diversão, mas com certeza não verá nada de novo.

AVALIAÇÃO MARIO VERDE GAMES:


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Prós: É um jogo divertido, e por ser baseado em um filme, até que ficou bom o jogo, tem uma história boa, vista que é copiada do filme, além de dar alguns sustos durante o jogo.

Contras: O jogo é curto e muito repetitivo, não trás nenhum outro atrativo além do modo principal, e peca muito nos efeitos sonoros.

RESUMINDO:

Se você é fã dos filmes clássicos do Evil Dead, até que valerá a pena conhecer o jogo, ele não vai lhe acrescentar quase nada em relação a história, mas é divertido o fato de agora você controlar o bocó do Ash. Agora se você não é fã do game, então pra você será apenas mais um jogo comum, pois ele não é muito divertido e nem vale tanto a pena jogá-lo.


GAMEPLAY:


E é isso aí pessoal, esse foi capítulo de número 95 da saga Mario Verde, falamos sobre Evil Dead: Hail to the King de Playstation! Até mais!

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Eu me chamo Tiago Dias e sou o administrador do blog Bloggou - http://www.bloggou.com/ - que é um blog sobre cinema, games, informática, tecnologia, jogos online, variedades e entretenimento, e venho por meio deste e-mail realizar uma proposta de parceria para a troca de links ou banners entre os nossos blogs.

    O Bloggou é um blog que está na ativa há mais de 3 anos, possui PageRank 4, é atualizado constantemente e atualmente consta com mais de 1200 páginas. Venho através deste e-mail realizar esta proposta de parceria porque visitei seu site, o achei muito interessante e gostaria muito de fechar uma parceria entre eles. Caso você aceite esta proposta de parceria para a troca de links ou banners, o link ou o banner do seu site será adicionado na página inicial do Bloggou na barra lateral na categoria de parceiros. Sendo assim, também desejo que o banner ou o link do Bloggou fique exposto na página inicial do seu site / blog.

    Estou no aguardo de retorno em caso positivo ou negativo, mas espero que você aceite, pois a troca de links ou banners com sites ou blogs que possuam credibilidade, tempo de vida, TrustRank e PageRank, é benéfica para ambos, pois aumenta ainda mais a credibilidade de nossos sites melhorando assim o nosso posicionamento nos mecanismos de busca. O Mario Verde Games é muito legal por sinal!

    Para entrar em contato comigo, use o e-mail: contatobloggou@gmail.com

    Desde já agradeço e aguardo retorno,

    Grato!

    ResponderExcluir
  2. Olá Tiago, entrei em contato com você no Facebook ;)

    ResponderExcluir

Confira outros Games Clássicos que você poderá gostar também!